A quarta palavra

“A quarta palavra”, de Antonio Manoel dos Santos Silva, já pode ser adquirido diretamente do autor. O pagamento deve ser feito por depósito em conta, e o livro será enviado por meio dos Correios. Para efetuar a compra, mande uma mensagem para contato@vitrineliteraria.com.br, com o CEP para entrega, para cálculo do frete.

Os oito contos deste livro distribuem-se em duas partes. Na primeira estão fantasias em torno do suicídio causado pelo sentimento de abandono, que assalta o ser humano,  o constringe e o aperta e o tritura e o devora por diferentes motivos: afã de totalidade, isolamento social, impotência afetiva, tabu; em todos esses contos, se sente a tensão entre amor e morte. Na segunda parte, as narrativas têm como foco o enfrentamento do desamparo e do medo, outra espécie de luta entre amor e ameaça da morte, com vitória das forças criativas sobre a ação irracional, a inclemência da natureza, a aniquilação pessoal e os riscos da memória regressiva. Talvez as quatro primeiras histórias causem estranheza e inquietação em virtude de seu encaminhamento trágico; as outras quatro compensam esse possível desconforto, embora nelas se encontrem motivos semelhantes.

O autor dos contos deste livro, Antonio Manoel dos Santos Silva é professor, formado pela Universidade Federal do Paraná em 1965. Escreve poemas e contos, desde 1959, embora tenha começado a publicá-los em  1969, em revistas, e em livros (coletivos, desde 1995, e individuais, desde  2000). Tem duas teses inéditas: uma de doutorado, O soneto modernista hispânico – forma e estruturas fônicas (1972), e outra de livre-docência, Poesia e poética de Mário Faustino (1979). É co-autor de doze  livros, dentre os quais se destacam: Conto Brasileiro – quatro leituras (1979), Poesia e Música (1985),  O cineasta e a margem do rio imaginário (2009). É autor de Análise do texto literário – orientações estilísticas (1981) e Os Bárbaros submetidos (2006), e de dois livros de poesia: Tu (2000) e 35 poemas ou um – Novos poemas da Negra(2010). Em 2008 publicou, por esta editora,  o livro de contos A invasão de Mariana e outros relatos fantasiosos.